Forum Endometriose - 2012, 2013 & 2014
October 31, 2014, 02:42:43 AM *
Welcome, Guest. Please login or registre.

Login with username, password and session length
News: ACESSE A NOSSA PESQUISA SOBRE TEMPO DE ESPERA PARA CONSULTAS!!!
 
   Home   Help Search Login Register  
Pages: [1] 2   Go Down
  Print  
Author Topic: A dor da endometriose não é uma só...  (Read 34501 times)
By@RJ
Hero Member
*****

Karma: +7/-5
Offline Offline

Gender: Female
Posts: 1036


EndoAmigas/RJ. Grupo de apoio a portadoras de endo


WWW
« on: January 27, 2008, 11:20:05 AM »

Olá pessoal. Abri este tópico p/mostrar que a dor da endometriose não é "só" pélvica. Ela dói td dentro da gente... Pode causar um verdadeiro estrago! Na vida profissional, emocional, familiar, psicológica etc. Irei registrar meu caso aqui, e peço que cd uma de nós o faça tb. Às vezes, pensamos que só a gente passa por isso, não é? Com este fórum, podemos ver qta gente passa pelas mesmas, ou mtas vezes, coisas piores do que a nossa. É claro que não desejamos isso p/ninguém, mas saber que não estamos sozinhas, que podemos contar com o apoio de tds, nos fortalece sim, afinal, unidos, quem sabe, não venceremos este mal?  Wink
Bom, vou começar c/minha longa história, rs. Abçs a tds!
« Last Edit: January 27, 2008, 06:15:00 PM by By@RJ » Logged

By@RJ
EndoAmigas/RJ. Cadastre seu e.mail e receba informações sobre Endometriose. endoamigasrj@yahoo.com.br
By@RJ
Hero Member
*****

Karma: +7/-5
Offline Offline

Gender: Female
Posts: 1036


EndoAmigas/RJ. Grupo de apoio a portadoras de endo


WWW
« Reply #1 on: January 27, 2008, 11:36:26 AM »

bom, vamos lá... rs. Tive minha 1a menstruação aos 13. Lembro da maldita cólica... não lembro de outras coisas. Aos 15, foi diagnosticado um cisto de ovário. Tb não lembro mto desta fase (estranho, às vezes algumas coisas simplesmente se apagam de minha mente...). O que sei é que, desde então, minha "vida menstrual" nunca mais foi a mesma. Sempre tive mto fluxo. Na época, não existiam essa variedade de absorventes... p/começar, nem se chamavam absorventes, rs, e sim, "modess", rs. Era uma coisa reta, estranha, e era bem grossinho. P/se ter uma idéia da quantidade de fluxo que eu tinha, eu usava 2 de uma vez! Onde um terminava, o outro começava, p/transformá-lo em um "modesszão"! rs. Mesmo assim, sujava roupa, lençol etc etc. Já passei mta vergonha na rua, de pessoas chegarem p/mim e dizerem "hey, sua roupa tá suja atrás", coisas deste tipo... imagina isso numa menina de 15/16 anos... vergonha na certa! Passei a usar só roupas escuras qdo estava menstruada...
Desde essa época, com minhas cólicas ficando cd vez mais insuportáveis, SEMPRE corri atrás de médico! "Dr. sinto muita cólica!", "Dr. isso é normal?" e qdo o médico me receitava remédios, geralmente dizia: "Dr. eu já tomei esse e não pára!" ou "Dr. mas é esse que eu uso, mas não adianta!". Já ouvi de td um pouco: "Não é possível! Como não pára essa dor???", "Não pára... hum... sei...", fora qdo diziam que era "psicológico", "frescura", que eu era mto "mimada", ou então, a velha história do "isso é normal... é normal sentir cólica. Vc TEM QUE se acostumar c/ela!". Dava vontade de falar: "DR. vc é que tem que...", deixa p/lá...
Bom, as dores não passavam, só pioravam e nenhum médico resolvia - tiveram alguns que fizeram ultra som - pelvica, transvaginal... super, sei lá! Uma porrada de exames, mas não dava nada e era aí que escutava a tal historinha do "mas isso não é possível... como pode???" etc. Deveria ser difícil p/eles tb... Com isso td, comecei a tentar resolver sozinha. Qdo pensava em ir ao médico, pensava "pra quê? P/ouvi-lo dizer que aquilo não era possível?" Então, comecei a fazer o que NÃO se deve fazer, mas que td mulher c/endometriose já deve ter feito, pelo menos uma vez na vida: se automedicar. E a caça pelo remédio que pararia minha dor havia começado! Usei de td um pouco dos analgésicos e, como não parava a dor, aumentei a dose. Como ainda não parava a dor, comecei a misturá-los, fazendo um verdadeiro cocktail de medicamentos. A dor não parava, mas eu ficava tão dopada, que caía no sono. Bingo! Comecei então a tomar remédio p/dormir, pq p/parar a dor, já tinha desistido de procurar... enquanto dormia pesado, não sentia dor, mas qdo acordava... uma coisa terrível: qdo despertava, antes mesmo que pudesse abrir os olhos, sentia aquela dor aguda e lancinante! Ela sempre estivera ali! Como era possível???
Bom, depois de mto parar em emergências de hospitais e ser conhecida como "a menina da cólica", comecei a ficar c/pânico de ficar menstruada. Ficava apavorada só de pensar! Foi então que fui ao médico e disse que queria suspender minha mesntruação pq não aguentava mais aquela vida! Ele me receitou depo-provera e fiquei um tempo sem menstruar. Coisa boa aquilo hein! Sem dor, sem pavor!
Porém, como td castigo p/endometriose é pouco, o remédio parou de fazer efeito e eu comecei a menstruar de novo e minha vida, um inferno novamente...
Mudei de médico, de novo, e aos 27 recebi meu primeiro diagnóstico de endometriose. Meu inimigo tinha nome, enfim... Naquela época ela era "leve", embora parasse na emergência td semana... Fiquei 1 ano em estado de amenorréia espontânea - tecla sap: não menstruava e nem tomava nada! Parou sozinho! Foi td de bom! não sentia dor, nada! Depois, o inferno voltou, e hj, aos 31, recebi o seguinte diagnóstico: "endometriose grau IV ovariana bilateral, c/2 endometriomas no ovário direito e um no esquerdo e endometriose septo retro vaginal c/aderências na bexiga, intestino...", e ela aparece em td: ultra, doopler, ressonancia... enfim, estou td ferrada! Estou no 4o e último mês do Zoladex e irei partir p/pílula de uso contínuo Evanor até fazer a vídeo em set, qdo terei cumprido a carência do plano. Parece que agora acertei de médico. Hj em dia, leio TUDO que posso e mais um pouco sobre o assunto. Procuro saber o máximo que posso. Vou a palestras, simpósios, leio revistas, jornais, internet, visito o fórum, troco informações... enfim, procuro mesmo. Fico pensando que, talvez se eu conhecesse e soubesse mais sobre o que eu tinha, ela não teria chegado onde chegou... ainda fico na dúvida se estou fazendo a coisa certa, se não estou errando de novo... sei lá... é mto complicado td isso... só sei que a endometriose mudou mto minha vida e minha maneira de ser. Teve até uma época em que era ELA quem regia minha vida e dizia se eu ia saír, trabalhar, estudar, passear... td dependia se eu estaria ou não com dor... Já senti dor 24h por dia! Como pode? Na última crise que tive, antes do Zoladex, tomei um Feldene S.L.; Deocil S.L.; 2 Buscopan, mas acabei na emergência tomando na veia tramal, buscopan plus e plasil (pq já estava vomitando). Saí de lá dopada de sono. E com dor ainda...
O Zoladex foi a melhor coisa que eu fiz! Fiquei sem dor mesmo! C/tds os contras dele - calores, náuseas etc, nada como acordar e dormir sem dor!
Bom, essa é minha grande história, embora, ainda não tenha tido um final feliz...
Abçs.
Logged

By@RJ
EndoAmigas/RJ. Cadastre seu e.mail e receba informações sobre Endometriose. endoamigasrj@yahoo.com.br
Mara
Newbie
*

Karma: +0/-0
Offline Offline

Posts: 3


« Reply #2 on: January 27, 2008, 03:44:40 PM »

bom, vamos lá... rs. Tive minha 1a menstruação aos 13. Lembro da maldita cólica... não lembro de outras coisas. Aos 15, foi diagnosticado um cisto de ovário. Tb não lembro mto desta fase (estranho, às vezes algumas coisas simplesmente se apagam de minha mente...). O que sei é que, desde então, minha "vida menstrual" nunca mais foi a mesma. Sempre tive mto fluxo. Na época, não existiam essa variedade de absorventes... p/começar, nem se chamavam absorventes, rs, e sim, "modess", rs. Era uma coisa reta, estranha, e era bem grossinho. P/se ter uma idéia da quantidade de fluxo que eu tinha, eu usava 2 de uma vez! Onde um terminava, o outro começava, p/transformá-lo em um "modesszão"! rs. Mesmo assim, sujava roupa, lençol etc etc. Já passei mta vergonha na rua, de pessoas chegarem p/mim e dizerem "hey, sua roupa tá suja atrás", coisas deste tipo... imagina isso numa menina de 15/16 anos... vergonha na certa! Passei a usar só roupas escuras qdo estava menstruada...
Desde essa época, com minhas cólicas ficando cd vez mais insuportáveis, SEMPRE corri atrás de médico! "Dr. sinto muita cólica!", "Dr. isso é normal?" e qdo o médico me receitava remédios, geralmente dizia: "Dr. eu já tomei esse e não pára!" ou "Dr. mas é esse que eu uso, mas não adianta!". Já ouvi de td um pouco: "Não é possível! Como não pára essa dor???", "Não pára... hum... sei...", fora qdo diziam que era "psicológico", "frescura", que eu era mto "mimada", ou então, a velha história do "isso é normal... é normal sentir cólica. Vc TEM QUE se acostumar c/ela!". Dava vontade de falar: "DR. vc é que tem que...", deixa p/lá...
Bom, as dores não passavam, só pioravam e nenhum médico resolvia - tiveram alguns que fizeram ultra som - pelvica, transvaginal... super, sei lá! Uma porrada de exames, mas não dava nada e era aí que escutava a tal historinha do "mas isso não é possível... como pode???" etc. Deveria ser difícil p/eles tb... Com isso td, comecei a tentar resolver sozinha. Qdo pensava em ir ao médico, pensava "pra quê? P/ouvi-lo dizer que aquilo não era possível?" Então, comecei a fazer o que NÃO se deve fazer, mas que td mulher c/endometriose já deve ter feito, pelo menos uma vez na vida: se automedicar. E a caça pelo remédio que pararia minha dor havia começado! Usei de td um pouco dos analgésicos e, como não parava a dor, aumentei a dose. Como ainda não parava a dor, comecei a misturá-los, fazendo um verdadeiro cocktail de medicamentos. A dor não parava, mas eu ficava tão dopada, que caía no sono. Bingo! Comecei então a tomar remédio p/dormir, pq p/parar a dor, já tinha desistido de procurar... enquanto dormia pesado, não sentia dor, mas qdo acordava... uma coisa terrível: qdo despertava, antes mesmo que pudesse abrir os olhos, sentia aquela dor aguda e lancinante! Ela sempre estivera ali! Como era possível???
Bom, depois de mto parar em emergências de hospitais e ser conhecida como "a menina da cólica", comecei a ficar c/pânico de ficar menstruada. Ficava apavorada só de pensar! Foi então que fui ao médico e disse que queria suspender minha mesntruação pq não aguentava mais aquela vida! Ele me receitou depo-provera e fiquei um tempo sem menstruar. Coisa boa aquilo hein! Sem dor, sem pavor!
Porém, como td castigo p/endometriose é pouco, o remédio parou de fazer efeito e eu comecei a menstruar de novo e minha vida, um inferno novamente...
Mudei de médico, de novo, e aos 27 recebi meu primeiro diagnóstico de endometriose. Meu inimigo tinha nome, enfim... Naquela época ela era "leve", embora parasse na emergência td semana... Fiquei 1 ano em estado de amenorréia espontânea - tecla sap: não menstruava e nem tomava nada! Parou sozinho! Foi td de bom! não sentia dor, nada! Depois, o inferno voltou, e hj, aos 31, recebi o seguinte diagnóstico: "endometriose grau IV ovariana bilateral, c/2 endometriomas no ovário direito e um no esquerdo e endometriose septo retro vaginal c/aderências na bexiga, intestino...", e ela aparece em td: ultra, doopler, ressonancia... enfim, estou td ferrada! Estou no 4o e último mês do Zoladex e irei partir p/pílula de uso contínuo Evanor até fazer a vídeo em set, qdo terei cumprido a carência do plano. Parece que agora acertei de médico. Hj em dia, leio TUDO que posso e mais um pouco sobre o assunto. Procuro saber o máximo que posso. Vou a palestras, simpósios, leio revistas, jornais, internet, visito o fórum, troco informações... enfim, procuro mesmo. Fico pensando que, talvez se eu conhecesse e soubesse mais sobre o que eu tinha, ela não teria chegado onde chegou... ainda fico na dúvida se estou fazendo a coisa certa, se não estou errando de novo... sei lá... é mto complicado td isso... só sei que a endometriose mudou mto minha vida e minha maneira de ser. Teve até uma época em que era ELA quem regia minha vida e dizia se eu ia saír, trabalhar, estudar, passear... td dependia se eu estaria ou não com dor... Já senti dor 24h por dia! Como pode? Na última crise que tive, antes do Zoladex, tomei um Feldene S.L.; Deocil S.L.; 2 Buscopan, mas acabei na emergência tomando na veia tramal, buscopan plus e plasil (pq já estava vomitando). Saí de lá dopada de sono. E com dor ainda...
O Zoladex foi a melhor coisa que eu fiz! Fiquei sem dor mesmo! C/tds os contras dele - calores, náuseas etc, nada como acordar e dormir sem dor!
Bom, essa é minha grande história, embora, ainda não tenha tido um final feliz...
Abçs.

Logged
renatasil
Newbie
*

Karma: +0/-0
Offline Offline

Gender: Female
Posts: 10



« Reply #3 on: February 01, 2008, 12:18:45 PM »

Minha vida também não tem sido das melhores com a endometriose...
Acho que o mais ruim de tudo é que passei a ter dores independente da menstruação. As dores estavam ali todo dia. Até os 25 anos eu tinha aquelas menstruações abundantes e extremamente dolorosas. Um belo dia menstruei, as dores vieram e nunca mais foram embora. Não havia remédio que passasse. Como alguém pode viver com dores todos os dias?
Por indicações achei um bom médico, especialista em infertilidade e em endoscopia ginecologica...Na época eu nem pensava em engravidar, pois era solteira, mas esse médico sabia muito sobre endometriose devido a grande ocorrência de mulheres inférteis com essa doença, então valia a pena me tratar com ele. Tomei depo-provera por 4 anos e suspendi a menstruação. Engordei um pouco por causa dos hormônios e meu intestino vivia trancado. Nesse meio tempo eu havia me casado. Parei de tomar o depo-provera e as dores voltaram avassaladoras (essas dores de endometriose são incapacitantes, e não há remédio que dê conta!). Nessa época eu já tinha convênio, pois ganhei o direito já que na empresa do meu marido as esposas têm direito ao convênio..., então fiz minha primeira videolaparoscopia. Resultado: endometriose severa, com endometriose profunda na região de fundo de saco de douglas, estava tudo aderido, ovários, intestino, útero, trompa esquerda..., a única coisa normal era a minha trompa direita (ao menos essa se salvou). Fiz uso de zoladex por 4 meses e ao fim do tratamento a dor voltou com nota 10 e direito a estrelinhas. Eu não acreditei. Eu já havia trancado um semestre de faculdade porque depois da cirurgia tive muitos sangramentos devido a quedas hormonais, depois demorei a receber uma das injeções de zoladex (eu recebia pelo SUS) e nesse meio tempo ovulei e acreditem, após o rompimento do óvulo ocorreu um rompimento de um vaso no ovário e apareceu um cisto hemorrágico, cuja dor era tão  pior quanto a da endometriose. Como eu ia trancar mais um semestre na faculdade, perder um ano? Então voltei a tomar depo-provera em doses cavalares pra ver se acalmavam as dores e então fiz a segunda videolaparoscopia em dezembro. Agora estou sentindo uma dor aqui e ali. Tive uns sangramentos esses dias, mas deve ser devido novamente a queda do depo-provera no meu organismo, pois tomei a última dose em outubro de 2007 e esta valeria até o dia 25 de janeiro de 2008. Espero que essas dores estejam relacionadas somente ao período de sangramento...Sério mesmo...A essa altura do campeonato não me importo de ter dores horríveis quando menstruo, eu não quero mesmo é voltar a sentir dores todos os dias...Tô ficando depressiva...Morro de medo de tudo voltar ao que era antes. Agora não vou voltar a tomar o depo-provera, pois quero engravidar e quero ter esperança de que junto a essa benção que é um filhinho na vida da gente eu também possa recebe a graça de não ter mais recidivas de endometriose, pois muitos médicos dizem que a gravidez é um santo remédio pra essa doença.
Só quem tem endometriose pra entender como fica o psicológico da gente, como nos tornamos pessoas instáveis e extremamente temerosas diante de voltar a sentir dores.
Depois que passei a conhecer relatos de outras pessoas que sofrem dessa doença me sinto melhor, pois antes eu já estava me sentindo neurótica, achava que o meu médico não aguentava mais me ver reclamando que estava doendo de novo, entretanto, agora percebo que não é algo incomum e que ele deve estar acostumado.
Beijos a todas e força.
Logged

Renata
By@RJ
Hero Member
*****

Karma: +7/-5
Offline Offline

Gender: Female
Posts: 1036


EndoAmigas/RJ. Grupo de apoio a portadoras de endo


WWW
« Reply #4 on: February 07, 2008, 08:17:27 PM »

Pois é Renatasil, só quem sente a dor da endometriose é capaz de entender o que passamos... Entendo o que vc quer dizer qdo dizque já "não se importa mais em sentir dores no período menstrual e que o que vc não quer, é sentir dor tds os dias". Tem uma hora em que parece que optamos... "dos males, o menos pior..." Qdo usei o Zoladex, tive alguns efeitos colaterais, alguns deles, enjoo e dores de cabeça, mas nada parecido com o que me diziam sobre ele... será que não foi mesmo? Ou será que não foram tão forteis p/mim pq na minha concepção, não há nada pior do que sentir a dor da cólica da endometriose! O que quero dizer é que, parece que a mulher que tem endometriose está fadada a sentir dores p/o resto de sua vida, cabe a ela "escolher" a menos pior delas... Bom, espero, de td meu coração, que eu esteja completamente equivocada c/esta opinião. Bjs a tds.
Logged

By@RJ
EndoAmigas/RJ. Cadastre seu e.mail e receba informações sobre Endometriose. endoamigasrj@yahoo.com.br
renatasil
Newbie
*

Karma: +0/-0
Offline Offline

Gender: Female
Posts: 10



« Reply #5 on: February 07, 2008, 09:27:55 PM »

Pois é Renatasil, só quem sente a dor da endometriose é capaz de entender o que passamos... Entendo o que vc quer dizer qdo dizque já "não se importa mais em sentir dores no período menstrual e que o que vc não quer, é sentir dor tds os dias". Tem uma hora em que parece que optamos... "dos males, o menos pior..." Qdo usei o Zoladex, tive alguns efeitos colaterais, alguns deles, enjoo e dores de cabeça, mas nada parecido com o que me diziam sobre ele... será que não foi mesmo? Ou será que não foram tão forteis p/mim pq na minha concepção, não há nada pior do que sentir a dor da cólica da endometriose! O que quero dizer é que, parece que a mulher que tem endometriose está fadada a sentir dores p/o resto de sua vida, cabe a ela "escolher" a menos pior delas... Bom, espero, de td meu coração, que eu esteja completamente equivocada c/esta opinião. Bjs a tds.

Percebo que você entendeu que eu não quis desconsiderar as suas dores, e realmente há horas em que se houvesse a oportunidade de fazer escolhas, trocar uma dor por outra, dependendo da duração, seria a melhor opção. Cada uma de nós tem uma história. E são histórias difíceis, não é verdade?
Sabe..., depois que tudo isso começou eu não tenho mais aquele ânimo de fazer as coisas, sei lá, tudo perdeu um pouco da graça, tudo parece ser tão difícil.
Tomara que possamos um dia estar livres desse mal. Tomara mesmo! Somos escravas dessas dores...
Que os anjos iluminem nossos caminhos e que a ciência avance mais nos tratamentos em relação a endometriose.

Tenha uma boa semana...beijos
Logged

Renata
Celinha
Newbie
*

Karma: +0/-0
Offline Offline

Posts: 9


« Reply #6 on: February 10, 2008, 12:20:06 PM »

Olá amigas,
Depois de algum tempo longe por causa das dores da endometriose é claro, hoje tive oportunidade de acessar o fórum. Fico me perguntando até quando vou aguentar, mas é incrível, que mesmo com as medicações, cada mês para mim tem sido mais doloroso que o mês anterior. Comecei a sentir as dores na segunda-feira de carnaval e olha que eu moro na Bahia...Na terça não teve jeito fui para o Hospital e lá o de sempre: emergência, novalgina, buscopan, tramal na veia, exame de ultrassonografia, diagnóstico de hemorragia (líquido espesso na cavidade abdominal), etc., etc... Permaneci na emergência o dia inteiro, dormi e no dia seguinte fui transferida para um quarto onde fiquei internada até a quarta-feira de cinzas. Não estava reagindo às medicações e meu intestino simplesmente travou, fiquei vários dias cheia de gases e por mais que tomasse Luftal, dieta laxante e chá de erva doce nada resolvia, minha barriga cresceu tanto que pensei que fosse estourar, parecia um balão cheio de ar...  Dessa vez, tive que suportar as dores da endometriose e também todo o desconforto das gases, isso para mim foi novo!. Das outras vezes sentia minha barriga crescer, mas não era tanto assim. Estou morrendo de medo, até porque tive alta, mas cheguei em casa com todo o desconforto do mundo e tive que aturar perguntas sobre o fato de estar grávida, quando na verdade eram apenas gases. Não sei se vocês já passaram por isso, mas as gases incomodam muito também, pensei que dessa eu não escapava, mas graças a Deus hoje estou melhor e espero que o bem estar continue...
Uma abraço, Celinha
Logged
Yna
Newbie
*

Karma: +0/-0
Offline Offline

Posts: 4


« Reply #7 on: February 19, 2008, 05:56:34 PM »

Olá, também já sofri bastante com a Endometriose, hoje também faço tratamento com a Zoladex 10,8 mg, ela me tirou as dores causadas pela endometriose, mas a Zoladex me deu muitos efeitos colaterais, como enxaquecas fortíssimas, de parar no pronto socorro, dores nas pernas, dores nas costas quando me deito na cama, mau humor exagerado, depressão, e muita queda de cabelo. Já estou com queda de cabelo há um ano, tomei no dia 28/01/08 a terceira dose de Zoladex, e fiz vários exames para saber o porquê da queda de meus cabelos, e foi comprovado, a Zoladex faz ter quedas de cabelo. Estou assustada, pois meu cabelo cai de tufos e tufos, tenho medo de perdê-los, mas estou fazendo tratamento desde que tomei a primeira dose. Por acaso, você teve quedas de cabelo também?
Logged
alex75
Newbie
*

Karma: +0/-0
Offline Offline

Gender: Female
Posts: 3


Endomentriose Severa- Já fiz 2 Laporascopias!!!


« Reply #8 on: February 21, 2008, 07:36:47 PM »

[color=green]Olá Meninas Smiley
Eu chamo me Carla,moro em Portugal, Vila Nova Gaia e sou portadora de endomentriose Severa e passou para intestino. A semana passada foi a segunda vez que operada por laporascopia. Sinto muitas dores uma semana dps,estou muito enchada ainda. O que sei limparam me pela segunda vez mas eu PERGUNTO porquê de tantas dores????Devo estar fresca da cirurgia ainda eu sei mas sinto que nunca vou conseguir engravidar biologicamente, primeiro pq nunca posso menstruar,tomo pilula continua "Yasmin" Será Fraquinho esta pilula? Da minha 1ª laporascopia (que foi à 5 anos) criaram se "BRIDAS" no meu intestino o que me provocava OBSRTUÇÂO INTESTINAL durante muitos dias. Sad.
Isso tb foi limpo ou retirado agora nesta cirurgia, além das aderências da endomentriose. E Agora??? Queria engravidar mas sem entrar por fertilização in Vitro, gostava de engravidar normalmente mas já sei que talvez nunca será possível.... Undecided
[/color]
[/font] Bjinhos a todas!!!
Logged

Carla Alex
Sheila
Newbie
*

Karma: +0/-1
Offline Offline

Posts: 23


« Reply #9 on: March 03, 2008, 01:28:46 PM »

Olá meninas, como estão...
Olha eu me sinto no dever de fazer um alerta quanto a Endometriose...
Vou contar minha história, do que aconteceu comigo...e vcs reflitam se vale a pena a se entregar de cabeça...quando um Médico que acreditamos ter boas intenções a nos ajudar...
Em junho/2007, depois de quase um ano tentando engravidar, resolvi procurar ajuda, e justamente caí nas mãos de um Médico que se diz especialista, já que várias pessoas falam sobre ele, e ele é muito conhecido na região onde moro, pois bem...cheguei ao consultório...atende pai e filho na mesma clínica...e na consulta ele me perguntou quais sintomas eu sentia...disse que sempre tive dor no baixo ventre, muitas colicas quando minha monstra está pra descer...e ele então me examinou...ao examinar ele já me disse que eu tinha endometriose...já que a Endo,não é visivel por US, sai de lá confiante e por mim ia na mesma hora pra Video (pois já tinha ido a vários medicos, e nenhum dele falou com tanta precisão...e na ansia de engravidar...achei o melhor caminho). Pois bem, fiz a video no dia 29/junho...e fiquei super feliz, uma semana depois voltei a clinica pra retirar os pontos...e ele me receitou o tratamento de nove meses com a Zoladex...e me disse que o SUS fornecia então era pra eu entrar com o pedido na Secretária de Saúde...pois bem, assim o fiz...mas nessa espera de junho a setembro eu engravidei...mas não soube, já que não tinha nada de enjoos, nada de tontura, enfim, nenhum sintoma de que estaria grávida...quando a Secretaria me ligou avisando que as injeções tinham chegado, liguei ppro Médico que pediu que eu as levasse pra tomar a  primeira dose...e lá fui eu...toda contente, ele me aplicou a injeção sem se quer pedir um exame de gravidez...minha mentruação estava pra descer...mas ela não desceu...alias me lembro agora que ele nem me disse quais eram os sintomas, fiquei sabendo pela secretária dele...quando reparei que minha menstruação não havia descido...fiz o teste de gravidez e deu positivo. liguei ra ele, que pediu pra eu ir ao consultório pra ver de quantas semanas...e lá fui eu...semanalmente pra clinica e a cada consulta ele fazia uma US...e me diz que ainda não via o embrião...mas que era cedo...e eu sem entender nada, até porque nunca havia ficado gravida antes...nossa que raiva que dá agora que entendo um pouco das coisas...na realidade ele vendo que tinha feito coisa errada...queria e tomar tempo e preparar caminho pra me dar uma noticia ruim...de que eu perderia o bebe...que a injeção havia feito meu utero parar (pois é o que ela faz, por isso que durante o tratamento a mulher entra na menopausa, menopausa esse que pode se tornar definitiva...esse tipo de medicamento é taxado como perigosissimo nos paise de primeiro mundo), meu utero parou completamente de produzir o hormonio que o bebe precisaria pra desenvolver...e uma semana depois da aplicação da injeção eu comecei a ter sangramentos e ia desesperada ao consultório dele, procurando ajuda e ele dizia que era normal...até que ele me disse que não estava vendo batimento cardiaco...foi ai que soube que perderia me bebe...e assim aconteceu...depois disso me desesperei com Deus, por ele ter sido tão injusto comigo...justo eu que já passei por muitas coisas ruins nessa vida, e ele havia tirado a coisa que mais desejo nesse mundo que é ser mãe...rezei e alguma coisa me disse pra nunca mais voltar no consultório desse Médico...foi aí que descobri por outros médicos quem era esse médico...e o que ele fazia...que todas as mulheres que vão a clinica deles, todas fazem a videolaparoscopia...depois de ir a vários médicos e todos dizerem que eu deveria continuar o tratamento com o Zoladex...e eu não querendo depois de ficar sabendo todo o mal que esse medicamento póde causar saúde...fui com meu marido a um especialista em Reprodução Humana...foi ele quem me disse o que sei hj, o porque de ter perdido o bebe...que a Endo no estagio primario nada causa a fertilidade da mulher, que podemos engravidar sem problema algum...que tem um exame que mede a taxa da endometriose chamado CA125...que se faz no segundo dia, depois que menstruação desce...e que se tiver alta tem um remédio que não causa efeito colateral algum...que se toma por tres meses...foi ele quem descobriu o que eu tenho na realidade, qual a causa de demorar tanto pra engravidar...é que eu tenho Ovario Policistico, ou seja, em vez de ovular todos os meses eu ovulo somente duas vezes ao ano...diferente de uma mulher normal que ovula de 10 a 12 vezes ao ano...e que o tratamento é simples indução de ovulação...que o Zoladex é recomentado aos casos extremos, depois de não haver mais nada a se fazer, no caso de quem não quer retirar o utero...nesse estagio é recomendado a Zoladex...que ela é simplismente um tiro de canhão a uma formiguinha, quando a Endo está nos estagios leves 1 e 2...por isso meninas, tomem cuidados e não vão acreditando assim, como eu acreditei num médico que em nada é profissional...que parou no tempo...video só se fazia a 15 anos atrás quando a Endometriose era um bicho de sete cabeças, e não se tinham recursos como hj...estou escrevendo porque não quero que ooutras pessoas, passem pelo que passei...não caem em mãos erradas como eu cai...e sim que procurem um especialista no assunto...mesmo que isso custe caro, pois o que está em jogo é a suas vidas...e com vida não se brinca...fiquem com Deus!!!quem quiser entrar em contato comigo...meu e-mail...scheyla.luz@gmail.com ou scheyla_luz@hotmail.com (podem inclusive me adicionarem no msn)...
Logged
Symone
Newbie
*

Karma: +0/-0
Offline Offline

Posts: 20


« Reply #10 on: June 27, 2008, 03:09:54 PM »

Ola, Scheyla , revoltante a pessoa em que deveriamos confiar aqui na terra , na area da saude fazer uma coisa dessas, isto e terrivel demais, so quem tem endometriose e que sabe mesmo, a grande dificuldade que passamos , eu fiz uma video em janeiro deste ano , o medico me receitou ZOLADEX 10.08, ams me recusei a tomar pelo que ja li e ouvi sobre ela.
Como no SUS demora um pouco p/liberar neste tempo continuei tomando GESTINOL28, minha menstruacao nao vinha e nem tinha colica menstrual graças a DEUS, agora parei de tomar e vou tentar engravidar, mas ja esta nas mãos de DEUS, so ele por nos , que cuida constantemente de nos, porque na medicina esta parte esta muito falha, entregue para DEUS, Scheyla nao temos ninguem que possa mudar a nossa história como nosso Pai do ceu.
Um grande abraço.
Simone
Logged
Tita
Newbie
*

Karma: +0/-0
Offline Offline

Gender: Female
Posts: 19


« Reply #11 on: July 13, 2008, 07:58:59 PM »

Sempre tive muitas cólicas que eram denominadas normais, mais nunca me impediram de fazer nada, às vezes uma bolsa de água quente resolvia, com o passar dos tempos o ponstan não servia mais, porem sempre tive fluxo muito intenso, que usava durante o dia todo o uso noturno, chegava a usar 03 pacotes de absorventes por mês, que cada menstruação durava de 5 a 7 dias. Quando passamos a trabalhar de farda no hospital, e imagine que era branca, passei a usar um absorvente interno e mesmo assim colocava um absorvente normal, que geralmente vazava.Há 05 anos atrás cheguei a levar 20 dias menstruada e após 05 dias ela voltou, isso ocorreu por 3 meses seguidos, procurei meu gineco na época onde na US visualizou pólipo de endométrio, fiz a histeroscopia cirúrgica. 01 ano após os mesmo sintomas ao fazer nova US, novo pólipo, mais uma cirurgia, fiz a histeroscopia cirúrgica, o médico indicou suspender a menstruação, pois como tinha tendência a pólipos eles com certeza voltariam. Não me adaptei a nenhum anticoncepcional (vaginal, oral, adesivo), tive que mudar de médico, pois mudei de plano de saúde, que não dava muita atenção, a essa altura já sentia cólica 10 dias antes da menstruação descer e permanecia por todo o ciclo.Em setembro de 2005 comecei a sentir dor abdominal associada a dor de estomago, procurei um gastro que solicitou uma Us de abdome total. Começando ai minha ladainha. Nessa Us se evidenciou uma imagem sugestiva de formação expansiva em sigmóide. Minha cabeça deu mil voltas, por ser da área sabia muito bem o que me esperava caso confirmasse o câncer.
Fiz uma colonoscopia que mostrou uma erosão em nível de sigmóide, e a biopsia deu colite crônica, mais eu sabia que não tinha sintomas de colite, apenas tinha muito tenesmo (contração do ânus), e sensação de dejeções incompletas. Fiz uma Tomografia que deu normal, mais tinha um grande detalhe o contraste via oral não chegou ao fim do intestino, sendo necessário o uso do contraste retal. Quando levei o resultado para ela me disse tomando com base em exames não conclusivos mais que na minha família a tendência é grande em câncer de intestino grosso ela apostava que tinha câncer e deveria procurar o mais rápido possível um cirurgião oncologico. Cheguei em casa sem saber o que pensar me sentindo sozinha, pois não deseja preocupar meus pais, pois meu pai tem alzeheimer e minha mãe tinha perdido a mãe com câncer de intestino, então resolvi ficar calada até ter certeza.
No dia seguinte encontrei um proctologista no corredor do hospital, sendo uma pessoa que confiava muito e sabia da sua competência, e perguntei se ele atendia pelo meu plano de saúde fora do hospital, ele perguntou o que estava acontecendo, pois me achou abatida, pedi para não perguntar nada, pois iria desabar e ali não era o local. Ele mandou que no dia seguinte fosse a seu consultório. Assim fiz, chorei muito, pois tinha muito medo, ao ver meus exames e me examinar, ele me disse que não acreditava ser câncer, mais tinha que investigar, a essa altura do campeonato já era dezembro. Pediu uma US transvaginal e ressonância, que nada deu, mais cada dia que passava as dores ficavam mais forte e já duravam o mês inteiro. No dia 04 de janeiro fui levar o resultado e não conseguia nem sentar de tanta dor, ele me medicou e pediu para que procurasse um colega no hospital pela manha, a noite me ligou e disse que o colega já estava sabendo, e ao me examinar esse colega me encaminhou para emergência do hospital e solicitou internamento, Liguei para meu médico (Rogério) que achou melhor, ele estava operando em outro hospital e depois passaria lá para me ver. À tarde quando chegou e me examinou ainda sentia dor e tinha tomado tramal venoso, solicitou o internamento, exames pré-operatórios e uma tomografia, faria a vídeo no dia seguinte. Como na TAC deu uma dilatação na trompa ele chamou o gineco que estava de sobre aviso e se ele indicasse a vídeo, Rogério estaria presente. Assim foi fiz a vídeo em janeiro de 2006, aonde foi visto que tinha endo, mais para meu azar esse gineco não suspendeu a menstruação e 15 dias depois da vídeo ela desceu, com muitas dores, mudei de gineco, mais sempre acompanhado pelo meu anjo aqui na terra (Rogério – proctologista), fiz uso do zoladex mensal por 4 meses, que foram de grande sofrimento, período de dores intensas, cheguei a usar morfina para conseguir trabalhar. Após 4 meses de grande sofrimento pelas dores, pois de efeito do zoladex só tive a insônia, optamos pela histerectomia (retiramos o útero e 01 ovário + limpeza de aderência em sigmóide e bexiga), sendo optado em deixar 01 ovário para que não entrasse na menopausa com 39 anos, tive uma recuperação maravilhosa voltei a trabalhar com 26 dias e nem parecia que tinha sido uma cirurgia aberta (corte tipo cesárea).Foram 5 meses de gloria, dizia estar no céu, mais as dores voltaram e mais uma vez Rogério acreditou em minhas dores e na Us viu que meu ovario tinha um cisto. O gineco passou cerazette para que meu ovário não funcionasse, a medicação resolveu as dores por uns 5 a 6 meses, só que sempre com sangramento retal, nesse meio tempo Rogério fez 2 retossigmoidoscopia que mostrava um pseudotumor, quando aumentava a produção de estrógeno ele crescia e rompia o tecido do reto, ocorrendo o sangramento. A dor passou a ser intensa e o gineco não deu muita importância, procurei uma outra gineco que mudou a medicação para depo provera que segundo ela agia no septo reto vaginal. Em janeiro desse ano tive um sangramento retal intenso e fortes dores, Rogério solicitou uma ressonância de assoalho pélvico que viu um cisto de 6 cm no ovário, levei para gineco que me disse que deveria preparar minha cabeça para conviver com a dor, resolvi pagar a consulta com meu gineco (o que fez a histeroscopia) que fez uma US e esse cisto já estava com 20 cm, mudou a medicação, Rogério já estava decidido pela cirurgia, mais o gineco não aconselhou, e que eu iria conviver com a dor. Rogério me indicou um gineco que indicou a vídeo e a retirada do ovário, mais encaminhou para que Rogério fizesse, não era isso que ele deseja e sim que fosse feita uma cirurgia em conjunto, tinha que correr, pois teria que fazer em minhas férias que seriam em maio. Ele me encaminhou para outro, não agüentava mais, pois sentia dores terríveis. Acabei pagando consulta com essa gineco para meu desespero, pois disse que não iria adiantar nada, que continuaria a sentir dor e que não tinha endo, pois havia usado zoladez, tentei explica-la que não respondi ao zoladex, sem êxito, liguei para Rogério chorando e pedir como amiga que me socorresse, pois não suportava mais. Ele ficou de me ligar mais parte, pois iria conversar com outra gineco. Assim fez, marquei a consulta com ela na outra semana (já era sexta) dia 29 de abril, que indicou a vídeo, pedindo que Rogério fizesse mais que ela estaria presente. No dia seguinte fui a Rogério que solicitou o internamento. Corri atrás do prejuízo, pois no dia seguinte já estava de férias. Internei-me do dia 08/05/07 para fazer o preparo do intestino, e a vídeo estava marcada para o dia seguinte às 15 horas e que durou até às 21 horas. Quando iniciou a vídeo, não tinha como continuar e se transformou em uma laparotomia exploradora (tem um corte na vertical desde 4 dedos a cima do umbigo até 02 dedos abaixo do corte da cesárea) com minha barriga toda aberta, estava com pelve congelada (todos os órgãos colados entre si), sendo feita à lise das aderências, retirada do ovário que estava aderido ao intestino, retirada de 15 cm do intestino grosso (reto), secção do septo reto-vaginal, amputação de ¼ posterior da vagina, secção de 1/3 da bexiga, como se achasse pouco achou uma hérnia incisional interna no umbigo (cicatriz interna da vídeo) que foi corrigida, mais o estomago estava aderido ao peritônio que foi limpo.
hoje tem 02 meses de cirurgia e tenho tido muita distensao abdominal no trabalho e surgiu hematura na parede abdominal que foi drenado no proprio consultorio, mais tenho tido um pouco de dor em uma parte da sutura, na regiao aonde está localizado a bexiga e apesar de toda a fé em Deus que não há de ser nada tenho medo. Bom essa é minha historia com a endo, esqueci de dizer que quando fiz a histerectomia descobrir que além da endometriose tinha tb adenomiose. Por isso sempre conviver com a dor e só muito sincera não aguento mais sentir a minima dor que seja.
Logged
Symone
Newbie
*

Karma: +0/-0
Offline Offline

Posts: 20


« Reply #12 on: July 21, 2008, 11:19:44 AM »

Ola meninas, gostaria de saber se ja aconteceu com algumas de voces... tive minha menstruacao normal, examente no 1º dia fertil, comecou a sair um liquido marrom, e normal?
O normal não seria um liquido transparente?
Bjs
Logged
cas
Hero Member
*****

Karma: +7/-4
Offline Offline

Posts: 1353


"Bons amigos são bons para sua saúde."


« Reply #13 on: July 21, 2008, 01:43:26 PM »

Pode ser escapes, pode ser um resto de menstruacao, pode ser alguma alteracao no muco vaginal... pode ser...

Converse com seu medico querida, ele continua sendo a melhor pessoa para te ajudar. Podem ser inumeras coisas e como a maioria de nos aqui no Forum eh leiga na medicina e apenas portadoras de endo... podemos apenas "achar" o que ocorre com vc, o que nao ajudara muito. Uma opiniao medica eh sempre melhor, ok !


Logged

Cas
Comunidade "Endometriose Sem Limites"
http://www.orkut.com/Main#Community.aspx?rl=cpp&cmm=2207951
Lêlezinha
Full Member
***

Karma: +0/-0
Offline Offline

Gender: Female
Posts: 180



« Reply #14 on: March 10, 2009, 07:39:25 PM »

Olá meninas, vim neste tópico desabafar mais um pouco!
Menstruei aos 12 anos e sempre tive muitas cólicas e fluxo intenso! Fui ao G.O. e ele me receitou um anticoncep. e td ficou bem! Sempre fui neurótica com exames de rotina, td na data certa e todos que possam imaginar eu fazia!
Bom, com o tempo minhas dores foram aumentando e comecei a ter problemas intestinas, mas ia nos médicos e todos diziam, isso é normal!!! Em março de 2002, tive uma dor do lado direito muito intensa e fui parar no pronto socorro, imaginem... operei de apêndicite e o duro foi escutar o médico dizendo que a dor que eu sentia não parecia ser do apêndice, pois este não estava tão inflamado!!! Bom, então ele não me disse mais nada e eu fui ao Ginecol. e tb não me disse nada!!! Há 3 anos tenho dores pélvicas todos os dias... junto com cólicas intestinais, meu humor por conta disso varia muito e tive que me adaptar com a alimentação (não posso comer nadica de carne, feijão, brócolis, leite). Comecei a ter dores na relação sexual e as médicas diziam que eu deveria fazer muito a mesma posição e por isso eu tinha dores... kkkkk que ódio!!! Mas continue vivendo porém, parei de trabalhar, pois antes de sair de casa tinha um ritual para conseguir ir ao banheiro! Bom agora em 2008 fui atrás de uma gastro pois comecei a ter diarréias intensas e sangramentos... e imegine ela achou que estava com vermes!!! Acabei trocando de gastro... (nossa acho que conheço todos os médicos do planeta terra) e essa foi um anjo que DEUS me enviou... fiz uma colono e reitrei um pólipo, fiz tratamento pra síndrome do intestino irritával e nada de resulatdo, tiramos a lactos e nada de melhorar... então ela me disse... se eu fosse vc pararia de tomar esse anticoncepcional e esperaria 3 meses pra dosar o tal CA 125... aí que vim conhecer essa doença!!! Então, conversei com meu marido e decidimos que agora om 28 anos poderíamos parar o remédio e tentar engravidar e tirar a dúvida da endo!!! E em minha cabaça já estava fixado... vc não tem nada... ahhh teve uma médico G.O. que disse que eu era hipocondríaca e que deveria procurar um terapeuta...cheguei a passar de doida, por conta desta doença!
Bom, agora em out 2008 resolvi parar o tal anticoncepcional... e 3 meses depois... kkkkk pra minha alegria, consegui passar uma régua e achar a causa da minha dor... imaginem que eu dou GRAÇAS e LOUVO a DEUS por me mostrar isso!  Mas, na hora que cai na real e percebi o qt isso é grave, perdi o chão, mesmo pq queria minha barriga crescendo com meu baby no início deste ano!!! Quase pirei, dias e dias sem comer e só chorando!!! Achamos um nódulo de 2cm no US transvaginal... e eu achava que ia ser só isso!!!O CA 125 e deu alterado... bom na ressonância... aiaiaiaiaia essa qd peguei o resultado, quase infartei... reto, sigmóide e útero... td tem nódulo e aderências... Bom e agora acabei de fazer uma ecocolonoscopia e constatar que meu intestino está sim comprometido... e que tenho tb nódulo no forníce vaginal e no ligamento sacro uterino esquerdo...ai que vontade de esfregar esses exames na fuça desses médicos!!! Estou indo em um médico particular e de confiança e ele é bom de vídeo e especialista tb em reprodução... próximo passo que tenho é enfrentar a dor da menstruação para fazer a histerossalpingografia... para ver como está o restante!!! Espero eu que eu não tenha mais surpresinhas... final do mês vou no retorno e já estou me preparando para a vídeo... com retirada de fragmentos do intestino!!! Bom, o médico já me adiantou que vou sair da ciru com o zola de 10... ai estou orando pra ter forças de enfrentar td isso!!! Depois vamos partir para A FIV... pois não quero correr o risco e ficar menstruando meses até engravidar!!! Peço a DEUS que me acompanhe nesta luta e me de forças pra enfrentar esta tempestade que ainda está no meio!!! Mas tenho fé, que vou conseguir ficar sem dores e com um baby no colo!!! E agradeço muito ao marido que tenho e que sempre acreditou em minhas dores e hj luta comigo!!! Obrigada a este fórum... um grande amigo... para mesu momentos mais difíceis e para tirar muitas dúvidas!!! Desculpem o longo texto... é que fico indignada de ter passado por tantos exames e nada e agora achar tanta coisa "estragada" dentro de mim!!! bj!
Logged

Eu espero em DEUS, eu confio NELE!!!
Pages: [1] 2   Go Up
  Print  
 
Jump to:  

Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1 RC3 | SMF © 2001-2006, Lewis Media Valid XHTML 1.0! Valid CSS!